Pages Menu
Categories Menu
Corinthians x São Paulo – A última edição do Torneio Rio-São Paulo (2002)

Corinthians x São Paulo – A última edição do Torneio Rio-São Paulo (2002)



No dia 12 de maio de 2002, Corinthians e São Paulo subiam a campo no estádio do Morumbi para disputar a final da última edição do tradicional Torneio Rio-São Paulo.

O alvinegro havia vencido a primeira partida, também na casa tricolor, por 3 a 2 e tinha a vantagem do empate. Mais de 53 mil torcedores encheram as arquibancadas naquela decisão.

O São Paulo do técnico Nelsinho Baptista abriu o placar com Reinaldo no primeiro tempo. Porém, o Corinthians de Carlos Alberto Parreira empatou com Rogério na segunda etapa.

O time de Parque São Jorge foi ao gramado com Dida, Rogério, Fábio Luciano, Anderson, Kléber, Fabrício, Vampeta, Ricardinho, David, Leandro (Renato) e Gil (Fabinho).

Já a equipe do Morumbi foi escalada com Rogério Ceni, Belletti, Reginaldo, Jean, Gustavo Nery, Simplício (Júlio Baptista), Maldonado, Adriano (Souza), Lúcio Flávio (Rafael), Kaká e Reinaldo.

Com o título, o Corinthians passou a dividir o posto de maior campeão do torneio com cinco títulos (1950, 53, 54, 66 e 2002), ao lado de Palmeiras (1933, 51, 65, 93 e 2000) e Santos (1959, 63, 64, 66 e 97).

O Torneio Rio-São Paulo foi o primeiro campeonato interestadual do país, disputado pela primeira vez em 1933. A competição recebeu o nome de Roberto Gomes Pedrosa em 1954.

A disputa passou a contar com a participação de clubes de outros estados em 1967, tendo originado o atual Campeonato Brasileiro, que começou a ser assim denominado a partir de 1971.

Foram 28 edições, com diversas interrupções ao longo do tempo. Em 1940, o campeonato não chegou ao fim, tendo os paulistas abandonado os jogos por não renderem financeiramente.

Em 1966, não houve data para a disputa das partidas finais e as quatro equipes que chegaram à fase decisiva foram declaradas campeãs: Botafogo, Corinthians, Santos e Vasco da Gama.

O ranking de campeões tem:

Corinthians: 5 (1950, 53, 54, 66 e 2002)

Palmeiras: 5 (1933, 51, 65, 93 e 2000)

Santos: 5 (1959, 63, 64, 66 e 97)

Botafogo: 4 (1962, 64, 66 e 98)

Vasco da Gama: 3 (1958, 66 e 99)

Portuguesa: 2 (1952 e 55)

Fluminense: 2 (1957 e 60)

São Paulo: 1 (2001)

Flamengo: 1 (1961)

Imagem: Futepoca