Newsletter subscribe


Avaí, Coritiba, Grêmio, Guarani, Juventude, Palmeiras, Posts, Santos

Dorival Junior

Dorival Júnior
Posted: 25/04/2016 at 09:00   /   by   /   comments (0)

No dia 25 de abril de 1962, nascia na cidade de Araraquara, no interior paulista, um volante discreto e eficiente, mas que ganhou muito mais fama como treinador: Dorival Junior.

A inspiração do então garoto para se tornar jogador veio da própria família. Afinal, ele é sobrinho de Dudu, inesquecível ídolo da “Academia de Futebol” do Palmeiras nos anos 1960.

Seguindo os passos do tio, o menino iniciou a carreira no time da cidade: a Ferroviária. Na época, era chamado apenas de Junior. O nome o acompanhou até pendurar as chuteiras.

Dentro das quatro linhas, Dorival era um volante eficiente que raramente brincava em serviço. Ficou conhecido por marcar em cima, não dar espaços e estar sempre bem posicionado.

O jogador ficou na equipe grená por dois anos, passando depois pelo Marília e pelo Guarani. Foi quando teve a oportunidade de jogar em Santa Catarina e se destacar no Sul do país.

Em 1985, tornou-se um dos principais destaques do Avaí e fez parte do elenco campeão da Taça Governador do Estado. Dois anos depois, mudou-se para Joinville e fez história.

Com a camisa tricolor, conquistou o Campeonato Catarinense em 1987 e caiu nas graças da torcida. Junior, porém, ainda queria tentar a sorte nos grandes centros da bola.

Em 1988, passou pelo São José (SP) e depois ficou um breve período no Coritiba. Ao se destacar no Coxa, recebeu uma proposta do Palmeiras e ali chegou ao auge como atleta.

O volante, porém, enfrentou um período de vacas magras no Parque Antarctica. O time alviverde atravessava um jejum de títulos e uma enorme pressão para conquistar taças.

Junior ficou no clube de 1989 a 1992, manteve a titularidade em grande parte do tempo e não deixava a desejar. Era um dos pilares da equipe, que sempre rondava as conquistas.

Naqueles anos, ganhou apenas taças de menor expressão como o Troféu Oviedo (1989), o Troféu América (1991), a Copa Euro-América (1991) e a Taça Lazio (1992).

Dorival ainda vestiu a camisa do Grêmio, onde foi campeão gaúcho em 1993. E, por fim, defendeu o Juventude, sendo campeão da Série B do Campeonato Brasileiro de 1994.

O volante pendurou as chuteiras justamente na equipe de Caxias do Sul e então decidiu tentar a carreira de treinador, na qual ganhou destaque principalmente no Santos e no Vasco.

Imagens: Ferroviária,