Receba a Newsletter

Botafogo-SP, Coritiba, Fluminense, Portuguesa Santista, Posts, Vasco da Gama

Elba de Pádua Lima – Tim

Elba de Pádua Lima - Tim
Publicado em: 20/02/2018 at 09:00   /   por   /   comments (0)

No dia 20 de fevereiro de 1916, nascia na cidade de Rifaina, no interior de São Paulo, um dos raros casos de craques dos gramados que se tornaram também grandes treinadores: Tim.

Elba de Pádua Lima começou a carreira no futebol como jogador do Botafogo (SP). O jogador logo ganhou a titularidade como atacante e passou a despertar os olhares de outros clubes.

Em 1934, foi negociado com a Portuguesa Santista (SP). Naquele período, passou a ser convocado para a seleção paulista, com a qual foi campeão brasileiro na temporada seguinte.

O sucesso foi tanto que Tim chegou a integrar a seleção brasileira no Campeonato Sul-Americano de 1937. O auge da carreira viria naquela época, quando foi defender o Fluminense.

Tim conquistou o tricampeonato carioca (1936, 37 e 38) e brilhou o bastante para novamente vestir a camisa da seleção brasileira, desta vez na Copa do Mundo de 1938 na França.

Ainda retornou às Laranjeiras para faturar os títulos estaduais de 1940 e 1941. Ao todo, o atacante disputou 226 partidas com a camisa tricolor e marcou nada menos que 71 gols.

Em 1942, após uma excelente atuação com o Brasil na Copa América, ganhou o apelido de “El Peón” da imprensa argentina e voltou com a fama e o prestígio redobrados.

Tim largou os gramados aos poucos, intercalando as carreiras de jogador e técnico. Fez isso tanto no Olaria (RJ) quanto no Botafogo (SP). Em 1951, passou a ser exclusivamente treinador.

No Bangu (RJ), conquistou em 1960 a histórica International Soccer League, disputada nos Estados Unidos. No Fluminense, foi campeão carioca em 1964 e da Taça Guanabara em 1966.

Em 1968, foi tentar a sorte no futebol argentino e marcou época no San Lorenzo (ARG). Transformou a equipe de Almagro na primeira a conquistar um título nacional invicto.

Tim teve também uma passagem marcante pelo Vasco da Gama, onde montou um elenco memorável e colocou no currículo mais um entre tantos títulos cariocas em 1970.

O técnico também acumulou taças no futebol paranaense, levando o Coritiba às conquistas estaduais de 1971 e 1973. Um dos momentos mais marcantes, porém, foi no exterior.

Em 1981, Tim assumiu a seleção do Peru, que atravessava uma péssima fase. Coube a ele reformular o futebol no país e montar um novo elenco para tentar uma vaga na Copa do Mundo.

O que muitos duvidavam acabou acontecendo. Tim levou o Peru ao torneio mundial de 1982. A campanha foi histórica, com dois empates e apenas uma derrota na fase de grupos.

Elba de Pádua Lima, o Tim, morreu no dia 7 de julho de 1984.

Imagens: Blog Tadeu Miracema