Newsletter subscribe


Posts, Vasco da Gama

José Lázaro Robles – Pinga

Pinga
Posted: 11/02/2016 at 07:48   /   by   /   comments (0)

No dia 11 de fevereiro de 1924, nascia no bairro da Mooca, na cidade de São Paulo, um clássico goleador do futebol brasileiro: o ponta-esquerda José Lázaro Robles, o inesquecível Pinga.

O craque seguiu os passos do irmão Arnaldo Robles, o “Pinga Fogo”, e decidiu ser jogador ainda muito jovem. O primeiro clube profissional a abrir as portas foi o Juventus (SP).

Arnaldo jogava na Portuguesa e indicou o irmão para fazer um teste. Logo foi aprovado e passou a atuar no mesmo elenco. José Lázaro foi apelidado de Pinga I e Arnaldo de Pinga II.

O mais velho deixou a Lusa anos depois e Pinga formou a mais famosa linha de ataque do clube ao lado de Julinho Botelho, Renato e Simão. Participou do maior esquadrão lusitano.

Pinga não demorou ao se tornar ídolo da torcida. Encantava as arquibancadas com dribles rápidos, curtos e um chute certeiro. O pé canhoto, fuzilante, quase nunca errava a direção do gol.

Rodou a Europa em excursões com a Portuguesa em 1951 e voltou com a primeira Fita Azul. Também foi artilheiro da conquista do Torneio Rio-São Paulo em 1952.

Essas conquistas são retratadas em ‘Rubro-Verde Espetacular’, filme produzido pelo Acervo da Bola, que narra as façanhas do maior esquadrão da história da Lusa:

O craque ficou na Rubro-Verde de 1944 a 1953, disputando um total de 270 partidas. Foram 156 vitórias, 41empates e 73 derrotas. É o maior artilheiro da história do clube com 202 gols.

Pinga foi negociado com o Vasco da Gama, onde também se tornou ídolo e artilheiro em tudo que disputava. Venceu duas edições do Campeonato Carioca em 1956 e 1958.

O centroavante foi o grande destaque do Torneio Octogonal Rivadavia Correia Meyer, marcando os gols da vitória do Vasco sobre o São Paulo por 2 a 1 na final da competição.

Ainda participou da equipe que venceu o Torneio Rio-São Paulo de 1958. Pinga era presença constante nas convocações da seleção brasileira desde os tempos de Portuguesa.

Conquistou o Pan-Americano de 1952 no Chile, o primeiro título da equipe canarinho no exterior. E também fez parte do elenco que disputou a Copa do Mundo de 1954 na Suíça.

Pinga foi eleito o melhor jogador do Vasco da Gama nos anos de 1954, 1955, 1956, 1959 e 1960. É o quarto maior artilheiro da história do clube. Faleceu no dia 8 de maio de 1996.