Newsletter subscribe


America-RJ, Botafogo, Flamengo, Fluminense, Posts

Mário Jorge Lobo Zagallo

Mário Jorge Lobo Zagallo
Posted: 09/08/2016 at 09:00   /   by   /   comments (0)

No dia 9 de agosto de 1931, nascia em Maceió, capital de Alagoas, um ídolo do futebol que se tornou campeão do mundo pela seleção brasileira como jogador e técnico: Mário Jorge Lobo Zagallo.

A família se mudou para o Rio de Janeiro quando ele ainda era criança, portanto, cresceu praticamente como um carioca. E foi na chamada “Cidade Maravilhosa” que construiu a carreira.

Morador do bairro da Tijuca, começou a jogar bola na rua e em equipes amadoras, sendo visto por cartolas do America-RJ. Mesmo contra o gosto da família, entrou para os juvenis do clube em 1948.

Começou a jogar como meia-esquerda, mas logo foi deslocado para a ponta-esquerda. Atacava em velocidade e voltava para marcar em todos os lances, sendo apelidado de “Formiguinha”.

Com 18 anos, Zagallo conciliava as atividades do futebol com o serviço militar. Atuando no Exército, participou da equipe de segurança da final da Copa do Mundo de 1950 no Maracanã.

Naquele mesmo ano, o ponta-esquerda foi contratado pelo Flamengo e passou a alternar atuações entre os juvenis e os profissionais. Aos poucos, garantiu a titularidade no time principal.

Zagallo então fez história com a camisa 11. Formou uma linha inesquecível ao lado de Joel, Moacir, Índio, Evaristo de Macedo e Dida. Um esquadrão que dominou o futebol carioca.

Foi titular durante a famosa conquista do tricampeonato carioca (1953, 54 e 55). Participou de diversas excursões da equipe ao exterior e passou a ser convocado para a seleção brasileira.

Vestindo a camisa verde e amarela, foi campeão mundial em 1958 e 1962, entrando para os livros de história ao lado de Nilton Santos, Djalma Santos, Garrincha, Didi, Pelé e Amarildo.

Pouco antes do primeiro título da Copa do Mundo veio a mudança de clube. Zagallo passou então a defender o Botafogo, que passou a dominar o futebol brasileiro e ser base da própria seleção.

Com a estrela solitária no peito, o ponta-esquerda foi campeão carioca em 1961 e 1962, além de levantar os troféus do Torneio Rio-São Paulo nas temporadas de 1962 e 1964.

Na equipe alvinegra, formou outra linha histórica com Nilton Santos, Didi, Quarentinha, Garrincha e Amarildo. Tornou-se, assim, um dos maiores ídolos em toda a história do Botafogo.

Zagallo decidiu pendurar as chuteiras em 1965 para se tornar treinador. Foi campeão carioca (1967 e 68) e brasileiro (1968) pelo Botafogo, carioca (1971) pelo Fluminense e também carioca (1972 e 2001) pelo Flamengo.

O auge na carreira como técnico, porém, veio também na seleção brasileira. Zagallo foi tricampeão do mundo em 1970, no México, como técnico. E tetracampeão em 1994, nos EUA, como auxiliar.

Ainda teve passagens por seleção do Kuwait, Al Hilal (Arábia Saudita), seleção da Arábia Saudita, Bangu, seleção dos Emirados Árabes, Vasco da Gama e Portuguesa.