Pages Menu
Categories Menu
Capitão – Oleúde José Ribeiro

Capitão – Oleúde José Ribeiro



No dia 19 de setembro de 1966, nascia na cidade de Conselheiro Pena, no interior de Minas Gerais, o maior símbolo de raça e determinação da Portuguesa: o volante Capitão.

Veio do distrito americano de Hollywood, considerado a capital mundial do cinema, a inspiração para o nome. Oleúde José Ribeiro já nasceu, portanto, marcado pela originalidade.

Volante incansável, de marcação “carrapato” e que sabia usar a força física nos momentos certos, Capitão acabou eternizando a camisa 5 da Lusa por causa da vontade e da persistência.

Independente do momento, era certeza de que determinação não faltaria ao volante. Capitão defendeu a Portuguesa em três décadas diferentes, jamais decepcionando a torcida.

Começou a carreira no Cascavel, no interior do Paraná, e estreou na Lusa em 1988. Foi em um empate por 1 a 1 contra o Porto, em Portugal, no Torneio Europa Lusitânia.

A primeira passagem durou até 1993, quando teve uma rápida passagem pelo Verdy Kawasaki, do Japão. Mas logo retornou para continuar na Portuguesa até a temporada de 1997.

Capitão foi titular absoluto na campanha do time que se tornou vice-campeão brasileiro em 1996, com Alex Alves, Rodrigo Fabri e cia. Naquele ano, levantou a taça do Torneio Início.

Em 1998, foi para o São Paulo e conquistou o primeiro título da carreira ao ser campeão paulista. No ano seguinte, defendeu o Grêmio e fez parte do elenco campeão gaúcho.

Passou ainda por Guarani, Portuguesa Santista, Botafogo-SP, CSA-AL e Sport. Retornou à Lusa em 2003, justamente para encerrar a carreira no clube que aprendeu a amar.

Capitão ultrapassou o lateral-direito Djalma Santos e se tornou o jogador que mais vezes vestiu a camisa da Portuguesa. Foram 496 jogos, com 190 vitórias e 167 empates.