Newsletter subscribe

Grêmio

Real Madrid 4×1 Grêmio – Em 1961, o Tricolor enfrentava Puskás e Di Stéfano

Posted: 16/12/2017 at 07:00   /   by   /   comments (0)

Em uma época em que os clubes brasileiros tinham espaço no calendário nacional para viajar ao exterior, o Grêmio fazia a primeira viagem da história tricolor a países da Europa.

Entre março e junho de 1961, o time de Porto Alegre passou por França, Bélgica, Romênia, Bulgária, Polônia, Alemanha, Luxemburgo, Dinamarca, Grécia e até União Soviética.

O Grêmio disputou 24 partidas em gramados estrangeiros, somando 12 vitórias, 4 empates e 8 derrotas. O principal destaque era o ídolo Gessy, que marcou 16 gols.

Acontece que nenhum desses jogos previa um confronto contra o Real Madrid (ESP). Foi durante a passagem pela França, em maio, que algo inusitado ocorreu.

O clube espanhol estava em solo francês para disputar um amistoso contra o Sedan (FRA), que desistiu da partida alegando que tinha muitos desfalques por contusão.

Como o Real Madrid (ESP) já estava na França e não queria perder viagem, convidou um clube brasileiro que fazia excursão pelo país e vinha tendo certo destaque.

O Grêmio topou o desafio de enfrentar o então campeão espanhol, europeu e mundial. E mais: que teria quase que o time completo da conquista da Copa Intercontinental.

O Real Madrid (ESP), do técnico Miguel Muñoz, foi a campo com Vicente, Marquitos, Santamaria, Casado, Vidal, Pachin, Herrera, Del Sol, Di Stéfano, Puskás e Gento.

Já o Grêmio, do histórico treinador Telêmaco Frazão de Lima, foi escalado com Henrique, Atenin, Airton, Ortunho, Enio, Elton, João Cardoso, Gessy, Marino, Milton e Vieira.

O confronto histórico aconteceu no dia 24 de maio de 1961. O palco foi o estádio de La Meinau, em Estrasburgo, na França. O resultado, porém, não foi bom para os gremistas.

A superioridade do Real Madrid (ESP) era enorme e não houve hipóteses para a equipe gaúcha, mesmo com os excelentes Gessy, Ênio Rodrigues, Milton Kuelle e Vieira.

Os espanhóis venceram por 4 a 1, com dois gols de Puskás e um de Del Sol e de Mateos. O Grêmio descontou com Marino. O resultado, porém, não foi lamentado. Entrou para a história.

Confira a excursão completa:

30/03 – Grêmio 3 x 2 Olympique (França)
02/04 – Grêmio 2 x 3 Sttutgart (Bélgica)
03/04 – Grêmio 3 x 3 Angers (Bélgica)
06/04 – Grêmio 3 x 4 Ploiest Petralul (Romênia)
08/04 – Grêmio 1 x 2 Rapid (Romênia)
10/04 – Grêmio 2 x 0 AEK (Grécia)
11/04 – Grêmio 1 x 1 Olimpiakos (Grécia)
16/04 – Grêmio 4 x 1 Panathinaikos (Grécia)
20/04 – Grêmio 1 x 0 Seleção da Grécia (Grécia)
25/04 – Grêmio 5 x 1 CNDA (Bulgária)
27/04 – Grêmio 0 x 1 Seleção da Bulgária (Bulgária)
30/04 – Grêmio 0 x 2 Slask (Polônia)
01/05 – Grêmio 1 x 1 Seleção de Cracóvia (Polônia)
07/05 – Grêmio 5 x 0 Altona 93 (Alemanha)
14/05 – Grêmio 3 x 1 Saint Pauli (Alemanha)
24/05 – Grêmio 1 x 4 Real Madrid (França)
28/05 – Grêmio 2 x 2 Standard Liége (Luxemburgo)
30/05 – Grêmio 5 x 0 Flensbourg 08 (Alemanha)
01/06 – Grêmio 3 x 0 Seleção da Dinamarca (Dinamarca)
07/06 – Grêmio 0 x 2 Esbjerg (Dinamarca)
08/06 – Grêmio 7 x 1 Olympique de Lille (França)
11/06 – Grêmio 0 x 2 Seleção da URSS (União Soviética)
14/06 – Grêmio 4 x 1 Admiral Teyetz (União Soviética)
16/06 – Grêmio 3 x 1 Daugava (União Soviética)

Crédito da Imagem: Impedimento / twitter.com/impedimento