Newsletter subscribe


Portuguesa, Posts, Vasco da Gama

Roberto Dinamite

Roberto Dinamite
Posted: 13/04/2016 at 00:12   /   by   /   comments (0)

No dia 13 de abril de 1954, nascia na cidade de Duque de Caxias, no Rio de Janeiro, o maior artilheiro de toda a história do Vasco da Gama: o atacante Roberto Dinamite.

Ainda criança, dava os primeiros toques de bola nos campos de várzea pelo Esporte Clube São Bento. Tinha como ídolo o ponta Jairzinho, herói brasileiro na conquista mundial em 1970.

Em 1969, foi convidado a jogar nas categorias de base do Vasco da Gama. Em um ano de clube, marcou mais de 40 gols em jogos oficiais e foi ganhando forma física.

Roberto era um jogador de ótimo posicionamento, toques rápidos e que dificilmente perdia a bola. Muitas vezes era considerado individualista, mas raramente desperdiçava chances de gol.

Em 1971, foi promovido para a equipe profissional pelo técnico Mário Travaglini. Naquele Brasileirão, ele recebeu o apelido de Dinamite pela imprensa em um jogo contra o Atlético-MG.

O apelido de infância, Calu, ficou para trás. Dinamite ficou no clube de 1971 a 1993, tendo passado por apenas três equipes durante o intervalo, sem o mesmo destaque.

Com a camisa cruzmaltina, o craque disputou mais de mil jogos e marcou nada menos que 705 gols. É o maior artilheiro da história do Campeonato Brasileiro (190 gols) e do Carioca (279 gols).

Dinamite venceu o Carioca (1977, 82, 87, 88 e 92), a Taça Guanabara (1976, 77, 86, 87, 90 e 92), a Taça Rio (1975, 77, 80, 81, 84, 88 e 92), a Copa Rio (1984, 88 e 92) e o Campeonato Brasileiro (1974).

A equipe que conquistou o Brasil não deixa a memória dos vascaínos. Sob o comando de Mário Travaglini, o time-base era formado por Andrada, Fidelis, Miguel, Moisés, Alfinete, Alcir, Zanata, Ademir, Jorginho Carvoeiro, Roberto Dinamite e Luis Carlos.

No período, Dinamite chegou a passar um ano no Barcelona (ESP) entre 1979 e 1980, outro ano na Portuguesa, de 1989 a 1990, e no Campo Grande, na temporada de 1991.

Pela seleção brasileira, foram mais de 30 partidas entre 1975 e 1984. O atacante foi à Copa do Mundo de 1978, na Argentina, e venceu a Copa Roca e a Copa Rio Branco em 1976.

Depois de pendurar as chuteiras, Roberto Dinamite entrou para a vida política e se tornou deputado estadual. Foi presidente do Vasco da Gama entre 2008 e 2014, mas sem sucesso.

Imagens: Netvasco