Pages Menu
Categories Menu
Pedro Francisco Garcia – Tupãzinho

Pedro Francisco Garcia – Tupãzinho



No dia 7 de julho de 1968, nascia na cidade de Uchoa, no interior paulista, um craque que se tornou um verdadeiro e eterno talismã da torcida corinthiana: o meia-atacante Tupãzinho.

Pedro Francisco Garcia começou a jogar futebol no Tupã, time da cidade de mesmo nome no interior de São Paulo. No entanto, ganhou a primeira chance como profissional no São Bento.

Ficou na equipe alviceleste entre 1987 e 1989, quando despertou o interesse do Corinthians e foi contratado junto do companheiro Guinei, que jogava na zaga e era destaque naquela época.

O meia-atacante já era chamado de Tupãzinho, em referência ao clube onde passou a infância e a juventude. Na chegada ao Parque São Jorge, não assumiu logo a titularidade.

A trajetória dele no Timão foi marcada pelo banco de reservas. O jogador, porém, entrava sempre na segunda etapa e costumava marcar gols decisivos, principalmente nos últimos minutos.

Tupãzinho alcançou o patamar de ídolo da torcida alvinegra em 1990, quando anotou o gol que deu ao Corinthians o então inédito título do Campeonato Brasileiro em um jogo contra o São Paulo.

Não a toa, era chamado pelos corinthianos e pela imprensa de “talismã”. Vestindo a camisa do clube, ainda venceu o Campeonato Paulista e a Copa do Brasil na temporada 1995.

Em 1996, deixou o clube para defender o Fluminense. Porém, ficou pouco tempo e logo se transferiu para o América-MG, onde levantou a taça do Campeonato Brasileiro da Série B em 1997.

Na ocasião, foi destaque e um dos jogadores decisivos, chegando à artilharia da competição. Tupãzinho ainda rodou por XV de Piracicaba, Matonense, Caldense, Jaboticabal, União Rondonópolis, CENE, Paranavaí e Real de Itumbiara.

O meia-atacante pendurou as chuteiras em 2004 e decidiu iniciar uma nova carreira no futebol como treinador. Ele também entrou no mundo da política e se tornou vereador no interior paulista.

Imagem: Baú do Corinthians