Newsletter subscribe

Portuguesa

Cuca – Alexi Stival

Posted: 07/06/2016 at 07:00   /   by   /   comments (0)

Nem todos lembram dos tempos em que o técnico Cuca atuava como atacante. Menos gente ainda se recorda que ele jogou na Portuguesa. Foi uma passagem discreta em 1994.

Nascido em Curitiba no dia 7 de junho de 1963, foi revelado para o futebol profissional pelo Santa Cruz, clube do interior gaúcho. No entanto, deslanchou mesmo com a camisa do Grêmio.

Marcou gols importantes, foi para a Espanha, chegou a ser convocado para a seleção brasileira e vestiu as camisas de Internacional, Palmeiras e Santos antes de parar no Canindé.

Foi uma das contratações da Lusa para o Campeonato Paulista de 1994, como a esperança de gols do time. Já tinha 31 anos, não estava mais no auge e buscava fazer as pazes com os gols.

Sob o comando do técnico Fito Neves, fez parte de um elenco que tinha como destaques o goleiro Paulo César, os laterais Zé Carlos e Zé Roberto, além dos ofensivos Maurício, Caio e Sinval.

Cuca disputou apenas 13 jogos e fez dois gols. Um deles contra a Ponte Preta e o mais marcante, de pênalti, em um empate por 1 a 1 em um clássico contra o São Paulo no estádio do Canindé.

O time não conseguiu engrenar como se esperava e terminou em 8° lugar. O atacante ainda passou por Remo, Juventude, Chapecoense e Coritiba antes de decidir pendurar as chuteiras.

Ele é considerado um caso raro no futebol, em que um atacante se torna técnico. Afinal, na maioria das vezes os defensores é que optam por esse caminho. Cuca se deu bem à beira do gramado.