Newsletter subscribe

Bahia, Flamengo, Posts

Evaristo de Macedo

Evaristo de Macedo
Posted: 22/06/2016 at 09:00   /   by   /   comments (0)

No dia 22 de junho de 1933, nascia no Rio de Janeiro um dos principais craques do Brasil e que se tornou ídolo dos maiores rivais do futebol espanhol: o atacante Evaristo de Macedo.

Ficou marcado pela classe e elegância ao dominar a bola. Era um finalizador técnico, mas também objetivo. Tinha chutes fortes e certeiros, sem perder muitas oportunidades de gol.

Os primeiros passos no mundo da bola foram dados no Madureira-RJ. No entanto, em 1951 o jogador já vestia a camisa do Flamengo e ia ganhando chances entre os profissionais.

Disputando uma vaga no ataque com Índio e Adãozinho, conquistou o primeito título no Campeonato Carioca de 1953. O feito se repetiria, já como titular, nos dois anos seguintes.

Evaristo de Macedo fez muito sucesso naqueles tempos, formando uma inesquecível linha de ataque na Gávea com Joel, Rubens (Duca), Dida e Zagallo. Uma geração que marcou época.

Em 1957, foi convocado pela primeira vez para a seleção brasileira. No mesmo ano, marcou cinco gols na goleada do Brasil sobre a Colômbia por 9 a 0. Um recorde nunca superado.

Já ídolo flamenguista e destaque com a camisa canarinho, Evaristo de Macedo foi contratado pelo Barcelona (ESP). Na época, quem jogava no exterior raramente ia para a seleção.

Sem ser chamado para a Copa do Mundo de 1958, compensou se tornando um dos maiores ídolos da história do clube catalão. Por lá, caiu nas graças da torcida e acumulou títulos.

Foi o líder da conquista de duas taças do Campeonato Espanhol (1959 e 60), além de uma inesquecível edição da tão tradicional e cobiçada Copa do Rei (1958/59).

Evaristo chegou ao posto de maior artilheiro da história do Barcelona (ESP) com nada menos do que 78 gols marcados em 114 jogos. Passou a ser objeto de desejo de todo o mundo.

Em uma disputa milionária, teve o passe comprado pelo Real Madri (ESP) em 1962. Em três anos de clube, conseguiu uma façanha: ser ídolo dos dois principais rivais espanhóis.

No Santiago Bernabéu, o atacante foi destaque na conquista do Campeonato Espanhol em 1963 e 1964. Foi considerado, à época, um dos melhores jogadores em atuação na Europa.

Retornou ao Brasil em 1965 para defender novamente o Flamengo. Antes de pendurar as chuteiras, ainda colocou no currículo o título carioca daquela mesma temporada.

Evaristo de Macedo trocou a bola pelo banco de reservas. Como técnico, dirigiu times como Flamengo, Vasco da Gama, Bahia (campeão brasileiro), Grêmio, Corinthians, Cruzeiro e Atlético-PR.