Newsletter subscribe


Posts

Brasil Campeão Sul-Americano (1949)

Brasil Campeão Sul-Americano 1949
Posted: 04/06/2016 at 00:10   /   by   /   comments (0)

Escolhido para ser sede da Copa do Mundo de 1950, o Brasil teve uma prova de fogo um ano antes: receber o Campeonato Sul-Americano, que anos depois se tornou a Copa América.

O país havia sido a casa da competição continental duas vezes, em 1919 e 1922, tendo a missão de repetir o desempenho. Afinal, a seleção brasileira tinha levantado a taça nas duas edições.

Rio de Janeiro e São Paulo eram os principais centros do futebol brasileiro naquela época e dividiram não apenas os estádios que receberiam os jogos, mas as convocações para o time.

São Januário (RJ), Pacaembu (SP), Vila Belmiro (Santos) e Alameda (BH) foram palco das partidas. As escalações sempre costumavam ter mais jogadores “de casa” para atrair torcida.

O torneio contava com a participação de Brasil, Paraguai, Peru, Bolívia, Chile, Uruguai, Equador e Colômbia. O regulamento previa uma disputa em pontos corridos, com o líder campeão.

O técnico Flavio Costa levou grandes nomes como Barbosa, Nilton Santos, Bauer, Bigode, Noronha, Ademir de Menezes, Nininho, Jair da Rosa Pinto, Simão, Tesourinha e Zizinho.

A estreia ocorreu no dia 3 de abril, em São Januário, e não poderia ter sido melhor. A seleção brasileira aplicou uma das maiores goleadas da história: 9 a 1 no Equador.

O segundo jogo, no Pacaembu, terminou com mais uma goleada: 10 a 1 sobre a Bolívia. A terceira rodada trazia um adversário mais experiente: o Chile. Porém, mais uma vitória: 2 a 1.

Embalado, o Brasil não tomou conhecimento da Colômbia (5 a 0) e atropelou o Peru (7 a 1). Não houve dificuldades nem contra o Uruguai, aplicando sonoros 5 a 1 no Rio de Janeiro.

A seleção brasileira chegava à última rodada do Campeonato Sul-Americano precisando de apenas um empate contra o Paraguai. A torcida brasileira lotou São Januário para a festa.

No entanto, o inesperado aconteceu. O Brasil abriu o placar com Tesourinha aos 33 minutos do primeiro tempo. Os paraguaios empataram com Enrique Alves aos 35 minutos da etapa final.

Quando a taça estava próxima, o Paraguai acabou com a festa brasileira. Aos 40 minutos do segundo tempo, Jorge Benítez foi para as redes e forçou uma partida de desempate.

Brasileiros e paraguaios voltaram a campo no dia 11 de maio. O técnico Flavio Costa prometeu à imprensa que o time entraria mais concentrado e não daria chances aos adversários.

E assim foi. Voltando à normalidade, a seleção brasileira conquistou aquele Campeonato Sul-Americano com uma sonora goleada por 7 a 0, levando a torcida à euforia em São Januário.

Ademir de Menezes, Tesourinha e Jair da Rosa Pinto foram para as redes. Estava sendo formada ali a base da seleção brasileira da Copa do Mundo de 1950. Uma história para outro dia.

Imagens: Jogos da Seleção Brasileira, Impedimento