Pages Menu
Categories Menu
Wilsinho – Wilson de Oliveira Riça

Wilsinho – Wilson de Oliveira Riça



No dia 13 de março de 1950, nascia na cidade de São Paulo uma das principais revelações das categorias de base da Portuguesa na década de 1970: o ponta-esquerda Wilsinho.

Descoberto nos campos de várzea da cidade, chegou à Lusa na segunda metade da década de 1960 e foi crescendo no futebol ao lado de craques como Ivair, Lorico, Ratinho e Zé Maria.

Wilsinho, porém, despontou mesmo na equipe profissional no início da década de 1970. Formou uma linha de ataque que não sai da memória da torcida com Xaxá, Enéas e Cabinho.

O ponta-esquerda era presença incontestável na equipe que venceu o Campeonato Paulista de 1973, título dividido com o Santos após um erro do árbitro Armando Marques.

O juiz invalidou um gol legal de Cabinho durante a prorrogação, que daria o título isolado à Lusa. A partida foi para os pênaltis e, em uma confusão na contagem, teve de dividir a conquista.

Naquele mesmo ano, Wilsinho fez parte do time que venceu a Taça São Paulo. O torneio foi decidido no estádio do Pacaembu e terminou com uma vitória lusitana sobre o Palmeiras.

Ao todo, o craque vestiu a camisa rubro-verde em 249 jogos e marcou um total de 32 gols. Deixou o Canindé em 1976 e teve passagens por Corinthians e Juventus.